A cidade de São Paulo ganha um novo espaço para espetáculos e eventos culturais a partir do mês de março: a Casa dos Trovadores Urbanos, um lugar para shows e experiências de afeto.

25 de março de 2019 17:55

Mais um espaço destinado à arte e eventos  na capital paulista abrirá suas portas ao público a partir de março. Agora, a  Casa dos Trovadores Urbanos, espaço totalmente voltado para vivenciar o Afeto, estará recebendo eventos e espetáculos e o primeiro será em 30 de março, o já conhecido “Música e Meditação no Escuro”.

A partir de março desse ano, a Casa dos Trovadores Urbanos passará a funcionar como um espaço destinado a espetáculos e eventos culturais. O primeiro espetáculo da Casa será o já tradicional “Música e Meditação no Escuro”, que acontecerá mensalmente no endereço da rua Aimberê, 651, em Perdizes.

Há três anos em cartaz, “Música e Meditação no Escuro” é um evento criado pelos Trovadores Urbanos com o objetivo de proporcionar aos que não ainda não conhecem a oportunidade de praticar a meditação.  Muito eficaz no combate ao stress e no alívio da tensão que acumulamos em nosso dia a dia, esse espetáculo une a meditação e a música, o que permite ao participante ultrapassar os limites do ser material e chegar a um nível onde o contato com seu Eu Superior.  Música e Meditação no Escuro é uma experiência de convivência e busca a inspiração através da música. Um estudo feito por cientistas de Harvard  aponta que  o cérebro muda a partir da meditação. A plateia fica atenta para o show da arte  através do exercício da concentração, da respiração  e começa a perceber a melodia e a letra das músicas de uma maneira diferente.

A primeira edição de Música e Meditação no Escuro na Casa dos Trovadores Urbanos será conduzida pelo Monge Daniel Calmanowitz, um dos fundadores do Centro Dharma da Paz. Formado em engenharia eletrônica, Monge Daniel conheceu o budismo em 1987 e foi aprendiz de Lama Gangchen, assim como seu filho Lama Michel. Calmanowitz relata que durante sua estadia no monastério teve muitos ensinamentos e, apesar de não ter o conhecimento da língua local, sua maior dificuldade foi sua adaptação aos costumes e modo de vida dos tibetanos. Segundo o monge, o seu objetivo de vida é morrer com a sensação de missão cumprida e, ao olhar para seu passado, ver que fez algo de significativo.

Iniciando bem o ano de 2019, um novo momento está sendo experimentado pelos frequentadores da Casa dos Trovadores Urbanos, que já tem atrações culturais voltadas ao amor como o Muro do Afeto, totalmente dedicado ao compartilhamento de afeto através de mensagens, de palavras afetuosas. Essa instalação artística está à disposição da população, durante 24 horas do dia, nos sete dias da semana, ininterruptamente. A Seresta de Sexta também é uma atração semanal, que não para até dezembro.

Todos os meses, a Casa dos Trovadores Urbanos terá uma programação diversificada como jantares  temáticos, rodas de afeto, aulas de canto coral infantil e adulto e muito mais!  Não perca o primeiro espetáculo, que acontecerá no dia 30/03 (sábado), às 20 horas – “Música e Meditação no Escuro” – com meditação conduzida pelo Monge Daniel Calmonowitz. Ingressos a preços populares.

Acompanhe a programação dos espetáculos e eventos da Casa dos Trovadores Urbanos através do site www.trovadoresurbanos.com.br

 

Compartilhe