Nasce um projeto dedicado a trabalhar o afeto e a arte também com os professores da rede pública, promovendo a qualidade de ensino e o acolhimento desse profissional tão importante na sociedade: “Afinando o Afeto”.

13 de março de 2019 17:37

Projeto do Instituto Trovadores Urbanos oferece aulas de artes, poesia, música, teatro também aos professores, proporcionando a base afetiva necessária para que a alegria e o amor sejam sempre os maiores incentivadores daqueles que têm a missão de educar.

Em 2012, o grupo de seresteiros Trovadores Urbanos criou um Instituto de musicalização para crianças carentes e preservação da seresta no Brasil. O Instituto Trovadores Urbanos levou aulas de música e teatro a centenas de crianças, além de proporcionar a elas passeios culturais a espetáculos em cartaz na cidade de São Paulo. Dessa preciosa vivência em comunidades carentes, constatou-se a necessidade de trabalhar também com os professores, reforçando e aprendendo sobre o papel do educador no mundo digital, no cotidiano violento das comunidades, enfim, reavaliando a Educação, que também está mudando constantemente. A escola é o lugar onde se consolidam as interações sociais dos alunos e, portanto, local ideal para observar seus comportamentos e reações.

Para transmitir conhecimento, os professores precisam – antes de tudo – de inspiração, que é mais do que um sentimento,  é o ato verdadeiro de agir com afeto e amor. Pensando nisso, o Instituto Trovadores Urbanos criou o projeto “Afinando o Afeto”, composto por oficinas culturais afetivas, ministradas para professores de 10 escolas da rede municipal de Lençóis Paulistas, que trabalharão com poesia, música, teatro, dança e todos os benefícios que as artes trazem para a sociedade como um todo.

O projeto “Afinando o Afeto” é projeto amplo e prevê publicação de livro, intervenções urbanas com distribuição de frases de afeto pelo município, apresentações de canto e dança, entre muitas outras atividades, sempre com o objetivo de estreitar laços afetivos entre a cidade e as comunidades, contribuindo com a formação e o desenvolvimento artístico de aproximadamente quatrocentos professores da rede pública de ensino de Lençóis Paulistas, contribuindo com o aumento da qualidade do ensino e da vida de alunos e professores. Um projeto totalmente voltado à Educação como um todo.

Afinando o Afeto” é composto por quatro oficinas: “Música e Meditação no Escuro”, com Trovadores Urbanos e Monja Heishin, que acontecerá nos dias 12 e 13 de março. Nos dias 3 e 4 de abril, será a vez da Oficina “FuxicomChico” , com Trovadores Urbanos e Suelli Vargas. As OficinasAfinando o Afeto”, com Trovadores Urbanos e Valeria Caram e “Dança Circular”, com Maria Eugênia Santos acontecerão nos dias 15 e 16 de maio.  A oficina de dança será aberta a toda comunidade, unindo professores, alunos e pais e a todos que dela quiserem participar.

“Afinando o Afeto” é um projeto grandioso, voltado para as pessoas e o compartilhamento de afeto entre elas. Preparando bem os professores, os alunos receberão em dobro os benefícios de uma Educação voltada para um mundo melhor. E para encerrar a primeira edição desse lindo projeto, acontecerá o lançamento de um livro – em formato físico e e-book – contendo frases de afeto e trovas, fruto de criação coletiva, estimulados pelas oficinas. O título: “Afinando o Afeto – volume 1”.

As oficinas do projetoAfinando o Afeto” fazem parte do trabalho do Instituto Trovadores Urbanos que leva a música e o teatro às crianças da periferia da grande São Paulo, acrescentando muita qualidade à Educação. “Afinando o Afeto” – oficinas especialmente criadas para os professores – é um projeto totalmente voltado para compartilhar amor, afeto e muita, muita arte mesmo. Dessa maneira, com a base da sociedade fortalecida através dessa verdade, certamente o mundo estará caminhando para um futuro melhor. De mãos dadas com a Educação. De mãos dadas com a arte musical dos Trovadores Urbanos.

Compartilhe

Notícias Recentes
Agenda
Siga os Trovadores!
Curta os Trovadores!